sábado, 16 de fevereiro de 2013

Hoje

Certo, que ando pensando demais em você, talvez mais do que é me permitido,
ando ultrapassando  as linhas da nossa realidade, e te desejando comigo,
penso no impossível , possível.
Ate mesmo ao me sentar embaixo de uma arvore de folhas verdes e cintilantes,e ouvir uma musica
enquanto o sol se enconde por traz de alguma nuvem,e uma leve brisa sopre
eu me lembro de você, parece dramático e lúdico, mas é essa  verdade dos meu dias,
Seria fácil me enganar e agir como se não me importasse,
mas se a palavra amor sai de sua boca, é ai que me importo.
essa é a nossa fronteira.
Mesmo que eu negue, mesmo que eu minta.
não posso enganar o sentimento que pulsa ,
não posso fugir das lembranças.. e dos seus olhos.
ate onde isso tudo é real?
a vida  nos afasta e ao mesmo tempo nos une,
os dias passam, pessoas vem e vão,
entram e saem das nossas vidas..
e no fim de tudo essa rotina,  la estou eu mais uma vez, e ai esta você mais um vez.
 eu estou abaixo do mesmo céu que te cobre, pisando o mesmo chão que tu pisas,
e mesmo assim estamos longe, ate quando?
ate quando essa tua fumaça toxica ludibriante , por min tragada vai permanecer..
permeando em meus pulmões, causando, sensações, emoções e desejos?
Creio que nada é por acaso,
Reencontrar-te não foi em vão.
foi a vida dizendo que mesmo que nossa hipocrisia diga não.
nossos caminhos vão estar cruzados...
estamos presos por uma linha, longa , viva, forte e ao mesmo tempo delicada,
estamos aos cuidados do tempo
tempo que me faz ter, e não ter.
tempo que me faz te ganhar e te perder.
que me faz querer e não poder.
Tempo que me poder, pouco poder.
tempo que não te apaga do meu tempo.
e eu me pergunto
Por quanto tempo?








segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Rodovia do Sol


E todos os nossos quilômetros foram deixados para trás e transformados em presença,
Refrescados pela brisa oceânica,
Eramos nós, entre os lençóis, o teu perfume em minha pele,
e minha pele entrelaçada a tua.
E aquela melodia..
Eram nossas vozes, acordes harmônicos e perfeitos.
E aquela luz era seus olhos olhando nos meus olhos, 
você meu farol, eu teu barco, e tu meu cais.
E todas aquelas nuvens eram os nossos sonhos,
os seus se fundindo com os meus,
materializando em realidade ,
solidificando o fato,o amor
o amor primeiro terno único e eterno.
Atravesso o sol dessa rodovia  para que todas a vias
via peito ,
via alma 
via coração 
ate chegar onde nasce meu sol
você.

                                            

sexta-feira, 16 de novembro de 2012

[A]lucinógeno

Quero sentir  a força dos anos em seu abraço mais uma vez,  
quero sentar em uma mesa de bar, beber algumas cervejas, ouvir sua  voz dizendo que estou bêbado, e eu negando com timidez, 
Quero fugir da fumaça dos seus cigarros, mas sem perder a direção dos seus olhos, sentir seu corpo próximo ao meu, e te beijar, sem perceber que o sol já esta nascendo.
Quero  cantar pra você, com você, por que você é a canção dos meus dias.
Quero me perder em dias de chuva pra te encontrar. esperar com a certeza que você vai chegar.
Quero me despedir,sem adeus, pra poder te ver de novo.
saudade e desejo.
Quero o elemento [A] de toda essa louca alucinação
Quero todas a cores,sabores e sensações
Quero poder te querer
quero parar de querer
quero querer e  poder..
Quero poder pensar em você 
como  um sonho
possível .

  

quarta-feira, 30 de novembro de 2011

Ilusão~

Mesmo que tudo pareça tao normal, mesmo que tudo esteja eu seu devido lugar,
Mesmo que as pessoas pareçam as mesmas em sua velha rotina,
Eu sinto algo diferente,
Uma atmosfera , um clímax diferente, uma sensação.
Os olhares por mais que sejam os mesmos, olham de forma diferente,
falta algo, falta força , falta vontade.
Sinto uma atmosfera ilusória, lúdica, mas tão real,
não é algo que se veja , algo físico, tocável .
Mas sim perceptível, sentido.
Talvez seja algo alem do véu, sombras de outro mundo além do nosso.ou reflexo do nosso, camuflado.
Como uma ténue neblina,  embasasse a realidade,
Como um disfarce,   sobre  o dia..
Um disfarce óptico, triste. ferino...
...Ilusão criada, por um mágico de marmelada.

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Caminho

Eu ando assim , meio parado, meio trancado em um intervalo de tempo,
ando acarretado e sobrecarregado de sentimentos de alta voltagem.
sou uma carga eletrica defensiva,
Ando assim meio solitario, querendo pouco, querendo nada.
E pra ser sincero, nem querer eu quero.
Ando assim bom demais, tem me faltado maldade de vilao de novela das  nove,
Ando muito mocinho, muito inocente, muito batido.
Preciso de um pouco de liberdade,  estou muito preso , acomodado, 
Ando precisando demais, precisado de menos,
Cansado dos bancos , da reserva ,do suporte.
Ando querendo que me queiram, que esperem.
Ja eu quiz demais, esperei demais,
E eu ando assim de menos .

terça-feira, 10 de maio de 2011

Egoísmo ?

Talvez meus defeitos estejam sobressaindo,
E  escapando  por entre meus poros,
Abraço forte, prendo, deixo o mais perto de min,
acorrento, amordaço, aprisiono em meus braços, tudo que é meu.
o medo de perder é grande, que perco, sem ao menos ter perdido!
 Não nomeio egoísmo, talvez solidão, é. porque indo e vindo me sinto só.
Isso me faz  querer todos os meus tesouros dentro do meu baú  vermelho coração,
Meu egoísmo me cega, não me deixar ver sorrisos indo, Nem ao menos ouvir vozes longes, e nem mais sentir calor do abraço, da presença viva e sentida em minha  alma.
 Minha rocha egoísta me faz amar, amar de uma verdade amante, que me condiciona ao apego constante.
Me condiciona a querer bem e perto. Longe não foi feito pra min,a distancia machuca rompe minhas muralhas.
Ser egoísta, pra manter amando, pra manter amado, pra ser perto,  pra ser verdade.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Até onde posso ser EU?

Hoje eu me perguntei: ate onde eu posso ser eu?
andei por vários lugares, lugares diferentes,
Eu vi algumas pessoas, pessoas diferentes, pessoas normais, pessoas agindo como pessoas!
E eu me perguntei : ate onde eu posso ser eu?
Eu olhei o céu, e ele era igual, em todo lugar,
Mas todo lugar , era um diferente lugar.
Mas não me encontrava em lugar algum,
porque nenhum lugar, é o meu lugar.
hoje, eu ouvi somente, porque eu queria ouvir,
Ouvir o que se tem dito. se há algo a ser absorvido.
Hoje resolvi invadir alguns espaços, privados, limitados, sem sair do meu espaço.
Olhei nos espelhos grandes, pra me ver refletido,olhei de varios angulos, com varios olhos..
 pra saber como é o meu reflexo,se sou o que  é refletido. imagem ou verdade.
Somente pra saber ate onde eu posso ser eu.
Pintei alguns muros, mudei algumas paisagens, Pintei o sol. me vesti de min.
Hoje, eu troquei as pessoas de lugar, de olhar, de imagem,
Fiz  ser, quem não era, e quem não era ser.
Falei o que era pra ser falado, ouviu quem não tinha ouvidos.
Somente pra  saber ate onde eu posso ser eu!
Radicalizei, rebelei.  me expressei, como é pra ser expressado.
Somente pra saber.
Ate onde posso ser eu?